BRASILEIRAEXCLUSIVA

Bem ao lado de João Pedreira

Músico de Brasília mostra show do primeiro disco

Uma sequência de curtidas e uma mensagem privada no Instagram. Assim começou o contato do João Pedreira comigo. Ele disse que curtia meu trabalho, tinha lançado recentemente o primeiro disco e no fim de semana seguinte iria se apresentar no CCBB. Perguntou se eu estaria disponível para fotografar. Eu estava. E durante a troca de mensagens, joguei o nome dele no YouTube e no Spotify.

Fui direto num vídeo não tão recente, mas gravado ao vivo, para ver posição, expressões e sentimento no palco. É isso que eu quero captar nos shows. Nele, tinham quatro pessoas no palco. Ao chegar na passagem de som, soube que seriam nove pessoas. Além do João, uma orquestra com Dinho Lacerda, Gata Marques, André Luiz, Ayla Gresta, Edgard Felipe, Ãna Fernandez, Surya Braz e Rodrigo Zolet. Teria que dar mais passos pra trás do que poderia para caberem todos no meu quadro.

Foto: NinaQuintana
Ao escutar o CD Água na Peneira, faixa por faixa no carro, me deparei com a primeira do disco. E já coloquei no repeat. Chama-se “Presente”, e, sendo bem clichê, é um presente de som. Introdução de cordas e uma percussão arrebatadora com metais lindos te faz levar e descobrir o resto desse som, que é novo e é bem cativante. Só deixa rolar. Ela foi a última do show e eu já estava lamentando não ter tido tempo suficiente para decorar a letra.
Fiquei realmente impactada com a presença do João ali, iluminado, e com a Orquestra Mineral que o acompanhou e preencheu aquele ‘palcão’ montado no CCBB, para o 2º Festival de Cinema BBDTVM, na noite de domingo (19). Eu queria saber cantar todas as músicas e ser parte do coro. Todos são muito conectados seja pessoalmente ou musicalmente, se comunicam por olhares, sorrisos e se divertem numa sintonia que transpassou o palco, atingiu o público e atraiu meu olhar.
Fotos: Nina Quintana

    Ouça agora “Água na Peneira”
    Like
    Like Love Haha Wow Sad Angry

    Ver mais

    FALA AÊ!

    Tem a ver...

    Close