ESCUTATÓRIOROCK

Homens de Melo: rock alternativo com originalidade e bem brasileiro

Escute as oito faixas do álbum homônimo de Homens de Melo

A quinta-feira chega e com ela mais uma resenha supimpa da Escuta.

Dessa vez sobre o primeiro disco da Homens de Melo, um gostoso achado dentro da música brasileira nesse ano de 2018. Digo “achado” porque foi literalmente ao acaso que achei a banda pelas internets da vida. A capa (Pedro Guima) logo me chamou atenção por ser misteriosa, apesar do traço simples, deixando abertas possibilidades de várias interpretações.

Pra mim, a capa tem que “vender” o disco, tu bater o olho no LP e já saber que aquilo é uma parada diferente, saca, que desperta interesse. E a banda já começa acertando, pois o álbum consegue passar aquela sensação de “embora eu já tenha escutado esses ritmos e influências em outras bandas, aqui tá totalmente diferente e original”.

Falando em ritmos e influências, tu vai achar aqui um pouco de samba, um pouco de brisa psicodélica, um baixo com um balanço top, o novo jeito brasileiro de fazer rock alternativo, e muita poesia nas letras. Dá pra notar os arranjos minimalistas nas entrelinhas, a bateria faz um climão bem intimista ao longo do disco lembrando algo que facilmente estaria presente em algum film noir da vida.

As letras abordam temas muito humanos também, o que já é o suficiente para deixar o psicólogo aqui no hype, tentando fazer análise das coisas: crises de identidade, sofrimento, problemas sociais, rancor e etc. Refrões fortíssimos ao longo de todo disco, ressaltando o belo trabalho vocal do menino Gabriel.

O disco fecha com um ponto a Oxossi, bicho, confesso que me surpreendi. Só por isso você já devia estar dando play agora.

Salve o grande caçador.

ESCUTA no Spotify. Ou no Youtube.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Ver mais

Matheus Ferreira

um psicólogo infiltrado no rolê cultural. tento não ser um desescutador.

FALA AÊ!

Tem a ver...

Close