BRASILEIRASHOWS

Kirá e a Ribanceira e Comboio Percussivo vão esquentar sua quinta-feira

Festa nordestina passeia por ritmos e influências africanas, latinas e caribenhas

Contrariando a previsão do tempo, quinta (19) será uma noite quente na Cervejaria Criolina. O ESCUTA APRESENTA do mês traz os grupos Kirá e a Ribanceira e Comboio Percussivo pra colocar todo mundo pra arrastar a sandália. A festa nordestina terá muito Samba, Maracatu, Repente, Ijexá, SambaReggae, Afoxé, Ciranda, Maculelê, Coco, Xote, Música Preta, Música Nordestina, Música Brasileira e Música Latina.

GARANTA SEU CONVITE!

Então bora conhecer as bandas…

 

COMBOIO PERCUSSIVO

É um coletivo de cultura popular brasileira, pautado na oralidade e na anscestralidade e fundamentado nas tradições populares afrobrasileiras e indígenas. Além do trabalho como banda o coletivo busca difundir e divulgar a cultura popular diuturnamente, por meio de cursos regulares, oficinas e workshops, voltados para o corpo, canto, voz, dança, percusão, construção de instrumentos, além da interação com o público.

O Primeiro EP da COMBOIO “Salve Seu Flor” apresenta ritmos tradicionais como Samba, Maracatu, Ijexá, Samba Reggae, Afoxé, Ciranda e Maculelê, adaptados também com arranjos autorais e releituras do grupo. A conexão com a contemporaneidade é refletida em composições que retratam o cotidiano, cenários políticos, afetivos, estéticos e sonoros, em uma relação tênue entre modernidade e tradição, com elementos da MPB, Word Music e Música Pop.

Foto: Alberto Venturiele

O coletivo foi inicialmente idealizado pelo músico, arte-educador e agitador cultural Mario Jorge Jaymowich (o segundo da esquerda pra direita) em 2008, ainda em Belo Horizonte/MG. Mario atua como mestre e percussionista do Comboio em Brasília DF desde 2013.

A banda – uma das frentes de atuação do coletivo – teve formação em Brasília e conta com oito integrantes de várias regiões do Brasil, trazendo diversidade e personalidade ao grupo; Silvana Sousa (voz e percussão), Yuri Mello (guitarra e voz), Onli Abreu (contra-baixo e back vocal), Bela Coelho, Artur Araújo, Rodrigo Werneck e Thiago Moreira nas percussões.

Ouça o álbum completo e se prepare pra dançar bastante!

KIRÁ E A RIBANCEIRA

Diretamente do Cerrado, o grupo tem suas raízes no Nordeste, com identidade e personalidade próprias. Migrando entre diferentes sotaques, a banda faz uma marmelada de ritmos especialmente temperados para o paladar dos ouvintes. Apresentando suas músicas autorais e, ao mesmo tempo, resgatando canções da cultura popular brasileira, Kirá e seus companheiros trazem à tona a ideia do folclore em movimento, em constante criação e não como velhas histórias estagnadas em velhas estantes.

Também faz parte da imagem de suas letras e músicas o contraste urbano e rural de um país que ora é sufocante e oportuna cidade, ora é simples e sábio interior, mas sempre uma grande gambiarra, brincalhona e criativa, cheia de desesperadas esperanças. Hoje é dia de feira, sempre é. As antenas estão aradas e as
raízes nas tomadas. Que venha o sol!

Kirá e a Ribanceira estão trilhando seus primeiros passos, mas já se apresentaram em pontos importantes da cidade como o Hug Hub, o Bar Brahma no projeto A Parada da Música do GRV, além de festas de São João e feiras culturais. Esta será a primeira apresentação da banda em um show na Cervejaria Criolina. Confere aí o som deles no compacto Semente de Peixe.

Quer saber mais sobre o evento e confirmar sua presença? Clique aqui.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1

Ver mais

Felipe Qualquer

No rádio desde moleque pesquisa o universo da música e escuta de tudo. Em MG atuou nas rádios Minas, Nova e 94FM. Em Brasília passou por Transamérica, Metrópoles e MIX FM. Escreveu para os jornais Gazeta do Oeste e O Popular e Revista ShowBar. Produtor cultural desde 2010 com trabalhos no festival EcoMusic, Rua do Rock, Usina de Rima, Grito Rock, Festa Nacional da Cerveja, Toma Rock, Transamérica Convida, No Setor e Cervejaria Criolina. Estudou comunicação e é graduando em Teoria, Crítica e História da Arte na UnB.

FALA AÊ!

Tem a ver...

Close