COLUNAS

Minhas 5 queridinhas de 2018

2018 teve muita música boa, selecionei aqui as que eu mais curti, oh só

Fim de ano chegou –GLÓRIA A DEUX– e com ele a minha singela contribuição do que teve de bom na música brasileira nesse (tão louco) 2018. Tá eclético, tá bonito e dá pra perceber que a cena tem se erguido!

5 – Trilhas do sol – Joe Silhueta

Se você ainda não escuta Joe Silhueta, calma, dá tempo. A banda arregaçou 2018 e viajou pelo país levando sua psicodelia grogue. O lançamento desse ano foi o álbum Trilhas do Sol. Destaques para as músicas Café Amargo com a voz e interpretação de Gaivota Naves essa é daquelas canções que fazem o coração apertar até explodir e Trilhas do Sol  que te leva pra uma viagem gostosa dessas de um mundo de fantasia. Mas o ícone desse lançamento é Ícaro que teve essa produção maravilhosa de Tâmara Habka:

 

4 – Bluesman – Baco Exu do Blues

Baco tá no seu segundo álbum e já se consagrou né, o cara lança um som mais doido que o outro, seu novo álbum Bluesman. Numa mistura cheia de referências que exaltam suas raízes Baco nos apresenta muita arte e música da boa. Minhas preferidas foram Kenye West da Bahia com a participação -essencial- de Bibi Caetano & DKVPZ, Girassóis de Van Gogh e a que num sai da cabeça Me Desculpa Jay Z:

 

3 – Não Para Não – Pabllo Vittar

E quem discordar num ouviu direito! Pabllo mais uma vez chega com músicas rebolativas que fazem a gente feliz até depois de feverê que tem carná. As faixas que eu mais curti foram Disk Me pra dançar com o copo na mão, No Hablo Español pra fazer umas performance na frente do espelho, me divirto! Mas o hit mesmo é:

 

2 – Inácio da Catingueira –  Emicida

Sempre certeiro no tema racismo Emicida lança esse single e acerta na testa! O nome da música é homenageia Inácio da Catingueira:

É mais fácil um boi voá 
Um cururu ficar belo, 
Aruá jogar cacete 
E cobra calçar chinelo, 
Do que haver valentão 
Que derrube o meu Castelo. 

Ignacio da Catingueira

A música é cheia de referências sobre as vivências do rapper, o clipe oficial é uma produção da Laboratório Fantasma Produções e ficou foda demais, dá o confere:

 

1 – Boca de Loco – Criolo

Criolo mais uma vez foi além, sabe aquele artista sempre em expansão? Eu até parei de me perguntar onde é que ele vai parar, se é que ele vai parar, particularmente eu espero que não! Simplesmente incrível, essa música trás a tona muito do lixo que o Brasil tem vivido, mas óh, num vou tentar explicar não, dá uma espiada nesse post (Criolo – Boca de Lobo) que o Qualquer fez, sacando todas as referências desse HINO e depois volta aqui pra assistir esse clipe cheio de efeitos especiais, é incrível! Melhor lançamento do ano:

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Ver mais

Bianca Martins

Jornalista e dubladora. Curte rádio, ondas e sons, faz umas vozes e já não sabe mais qual é a dela de fato. Livre de preconceito musical, pesquisa o engajamento da radiodifusão no novo cenário das tecnologias de comunicação. Integrante dos podcasts da ESCUTA.

FALA AÊ!

Tem a ver...

Close