BRASILEIRAEXCLUSIVA

O cardume de volume da Muntchako que transita pelo continente

E atravessa o oceano

Macaxeira Acioli, Rodrigo Barata e Samuel Mota chegaram há pouco de sua primeira turnê pela Europa com a Muntchako com sangue nos olhos pra fazer mais música brasileira de verdade. BrasileiraLatina, como deveria ser desde o princípio. É que há um certo distanciamento de nosso povo em relação à cultura de nossos vizinhos. Mas isso não tem a menor importância para o trio que vai do funk ao bolero fazendo a gente esquecer que banda precisa de vocal. E precisa? O som instrumental super identitário que os caras fazem só veio à luz porque estamos falando de experiência, de estrada e de produção musical. Depois vai lá no site deles pra ver o currículo de cada um.

Como cartão de visita trouxeram o primeiro álbum produzido por ninguém menos que Curumin, com a já popular ‘Coqueirinho Verde’, ‘Cardume de Volume’ com participação de Deize Tigrona e outras 5 faixas. Tudo disponível pra download no site da banda: muntchako.com

Sem cerimônia, o Muntchako treme na periferia de Belém, mama no forró paraibano, swinga no ska jamaicano, rebola na latinidade, faz cara de mau no rock, sensualiza no tango, sobe o morro do baile funk e afunda o pé na discoteca.”

 

Você vai sempre escutar MUNTCHAKO por aqui, nossa redação está sempre se mexendo e remexendo com as músicas. Falamos deles inclusive em nosso primeiro podcast. Por hora a Lana bateu um papo com eles na saída do show no Festival Sai da Rede, confere aí:

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Ver mais

Felipe Qualquer

No rádio desde moleque pesquisa o universo da música e escuta de tudo. Em MG atuou nas rádios Minas, Nova e 94FM. Em Brasília passou por Transamérica, Metrópoles e MIX FM. Escreveu para os jornais Gazeta do Oeste e O Popular e Revista ShowBar. Produtor cultural desde 2010 com trabalhos no festival EcoMusic, Rua do Rock, Usina de Rima, Grito Rock, Festa Nacional da Cerveja, Toma Rock, Transamérica Convida, No Setor e Cervejaria Criolina. Estudou comunicação e é graduando em Teoria, Crítica e História da Arte na UnB.

FALA AÊ!

Tem a ver...

Close