PERFILROCK BR

Picanha de Chernobill traz à tona o velho e bom rock dos anos 70 para o rock brasileiro

Conheça mais dessa banda que causa nostalgia em meio a tanta "mudernage"

Em uma das minhas férias de verão, como de costume me dirijo à São Paulo para visitar família, amigos, ter um pouco de nostalgia do Bairro Liberdade e me deliciar com a infinidade de sebos e brechós do centro de Sampa.
Pois bem, estava eu e um grande amigo caminhando atrás de algumas muambas quando me deparo com um grupo tocando em meio a uma pequena multidão. Ao ver do que se tratava, se era um espetáculo performático ou algo parecido, dei de cara com os maravilhosos integrantes da banda Picanha de Chernobill. Nos apaixonamos pela energia da banda e qualidade sonora produzida de modo tão simples e genuíno no meio da grande São Paulo.

A banda residente atualmente em São Paulo (onde a rua se torna o seu grande palco), o Picanha de Chernobill teve sua origem em 2008 no Rio Grande do Sul.

Em seu primeiro disco “O Velho e o Bar” lançado em 2009, compondo ao total 12 faixas, a banda conseguiu certo destaque no meio público. Claramente não é de se surpreender já que a banda imagéticamente traz à atualidade a inigualável sonoriedade de grandes bandas presentes nos anos 70.

Com a presença de timbres roucos, crus e gritos que saem expulsos do peito se misturam as distorções valvuladas no estilo Hendrix trazendo influências também de uma das grandes bandas do rock psiodélico, Sweet Smoke e uma pitada de Bluegrass. A verdade é que são inúmeras as influências de gêneros musicas presentes no Picanha, os caras conseguem envolver vários estilos de forma harmônica e natural.

Saca só o som dos caras:

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1
Tags
Ver mais

Tiz Goes

A biomédica cantora que saiu do meio do mato pra ser publicitária e hoje ouve/vive música e mexe com café. Respirando música 24/7 do tempo, ouve de Limão com mel a Black Alien.

FALA AÊ!

Tem a ver...

Close