LANÇAMENTOROCK

Renato Caetano mistura viola e rock no primeiro clipe de Do amor (por trás do véu de Maya)

Depois de dois cds e shows na Europa, músico lança uma prévia do que vem por aí

Ouvidos mais conservadores podem se assustar com a mistura de Tião Carreiro e Pardinho e Led Zeppelin, mas o mineiro Renato Caetano mixa viola caipira e rock’n’roll com maestria em composições carregadas de energia e singularidade. Não há quem ignore a harmonia encontrada pelo cantor e compositor, que como bom violeiro transita nas cenas folk, blues e rock belorizontinas há mais de 11 anos, experimentando a fusão de tradições com influências contemporâneas.

Após lançar o CD “Que viola é essa?” (2009) e o repertório de “Viol(A)ção” (2016) atravessou o oceano com o projeto “As Dez Cordas de Liverpool” fazendo sua turnê pela International Beatle Week, o que levou o músico a ser o primeiro violeiro a tocar no palco do The Cavern Club, um dos locais mais importantes para o rock e o pop mundial. O projeto Um Tributo Violeiro aos Beatles também virou CD e foi bastante elogiado pela crítica e superou as expectativas da campanha de benfeitoria.

Agora Renato chega com seu novo single “Do amor (por trás do véu de Maya)” lançado ontem pelo Brasileiríssimos com um clipe lindo e cheio de referências à trajetória do músico. Dirigido por Rhodes Madureira o vídeo mostra a simplicidade do campo e os desafios da cidade em takes que dialogam bem com a progressão da música. Imagens que traduzem o trabalho do músico entre as raízes culturais mineiras e a modernidade musical universal.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1

Ver mais

Felipe Qualquer

No rádio desde moleque pesquisa o universo da música e escuta de tudo. Em MG atuou nas rádios Minas, Nova e 94FM. Em Brasília passou por Transamérica, Metrópoles e MIX FM. Escreveu para os jornais Gazeta do Oeste e O Popular e Revista ShowBar. Produtor cultural desde 2010 com trabalhos no festival EcoMusic, Rua do Rock, Usina de Rima, Grito Rock, Festa Nacional da Cerveja, Toma Rock, Transamérica Convida, No Setor e Cervejaria Criolina. Estudou comunicação e é graduando em Teoria, Crítica e História da Arte na UnB.

FALA AÊ!

Tem a ver...

Close