LISTA

Que tal um pouco de nostalgia? Vale a pena escutar de novo a trilha sonora de Malhação anos 2000?!

Dedico esse post a todos os jovens adolescentes da primeira década dos anos 2000

Acredito que todos os jovens adolescentes da primeira década dos anos 2000 passavam as tardes assistindo Malhação. Foram muitas referências musicais tiradas da trilha sonora da novela (ou série?) para quem não entendia quase nada de música na época. E os recursos não eram lá essas coisas, não é mesmo?! Minha internet era super lenta. Me lembro da rede social Myspace que eu nem usava direito. Sejamos sinceros: o que a gente gostava mesmo era ficar nas comunidades do Orkut, discutindo sobre coisas aleatórias.

Voltando à pauta principal, trilha sonora da novela, quem não sofria ouvindo Só Hoje, da Jota Quest? Quem lembra do casal Júlia (Juliana Silveira) e Pedro (Henri Castelli) e a sua trilha sonora internacional With Arms Wide, de Creed? Eu lembro que, na época, baixei o clipe em péssima qualidade, mas era um baita entretenimento colocar videoclipes para baixar e ficar lá esperando o download chegar em 100% para assistir o vídeo.

Para mim, a que mais marcou foi a de 2003. A famigerada “Malhação do Cabeção”. Foto: Reprodução

 

Também tivemos aquelas temporadas de Malhação que tocavam bastante CPM 22, Detonautas, Charlie Brown Jr. Naquela época eu achava que era rockeira só por ouvir essas bandas… Velhos tempos. E ainda bem que o tempo passa.

Detonautas no mp3 era sofrência na certa. Fonte: Reprodução

 

Por alguns segundos a chefe de redação saiu pro cafezinho e abrimos uma exceção em toda a página pra postar algo internacional… Ah, esse vale!

E aí, toda vez que acabava uma temporada para começar outra, vinham a dúvida e a ansiedade de saber quais iriam ser as próximas músicas e, principalmente, qual seria a de abertura. Na minha opinião, a mais chiclete foi aquela do Charlie Brown Jr. “Tive pensando em me mudar. Sem te deixar pra trás, yeah! Resolvi pensar em nós, yeah! Vou te levar daqui. Vou te levar, yeah! Te levar daqui, yeah!”. Aliás, toma aí a abertura para você relembrar também:

Essa foi a da “Vagabanda”. Quem lembra? Com Marjorie Estiano, Gulherme Berenguer e Juliana Didone. Essa foi a minha segunda predileta. Convenhamos: a Marjorie Estiano é realmente uma boa cantora e atriz. Olha eles aí:

Por hoje é só. Até uma próxima sessão de nostalgia.

PS.: Ah… a gente não aguentou e teve de voltar no post pra botar todas as edições dessa coletânea que moldou o gosto musical e até o caráter da geração que viveu sua infância e adolescência na primeira década dos anos 2000.

O primeiro só tem alguns trechos, pra começar a noite nostálgica de leve…

E assim começa a febre das coletâneas…

2003 tá lá em cima!

De 2005 só encontramos essa lista >>>

E aqui a versão internacional já ganhou dois volumes…

Acho que podemos parar por aqui… então… aproveite!

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Tags
Ver mais

Lana Oliveira

Goiana do interior. Sempre se interessou por comunicação. Formada em jornalismo e com alguns cursos de marketing no currículo. Viciada em música e nas sensações que ela transmite.

FALA AÊ!

Close