BRASILEIRALISTA

ESCUTA! 8 músicas brasileiras para dar um gás na sua quinta-feira

Dá um confere e comprove que você não precisa do pop internacional pra ser feliz

Sejamos sinceros, passado o meio da semana os nervos já começam a se aquecer e a mão já começa a tremer pensando naquela gelada com os amigos no fim de semana. Como dizemos lá no Chile, a nossa quinta-feira se torna o “viernes chico“, ou seja, se dá início ao tão aguardado descanso, baladas e cervejas.
Pensando nisso, nada mais justo que compartilhar com “os povo tudo” uma listinha bem marota para animar a quinta ingrata ao som de música brasileira.

# 1 Felicidade – Mahumudi

Marcela Vale conhecida como Mahmundi no meio artístico é cantora e compositora carioca. Atualmente está no segundo álbum.
Passeia com sua poesia imediata nos beats eletrônicos e indie. A música “felicidade” faz parte do álbum ‘Para Dias Ruins’ lançado este ano.

# 2 Tem Qi se Jogar – ÀTTØØXXÁ

Essas lindezas vindas da Bahia para o mundo com a intenção de causar, tem se consolidado cada dia pela seu inigualável e inconfundível som que mistura percussão com batidas eletrônicas cheias de swing.

# 3 Dorival – Academia da Berlinda

A banda formada por Alexandre Urêa, Tiné, Yuri Rabid, Gabriel Melo, Hugo Gila, Irandê Naguê e Tom Rocha teve nascimento nas ruas do Bonfim. Com mais de 12 anos de trajetória, a banda está no seu terceiro álbum (lançado em 2016 “Nada Sem Ela”) e obviamente mostrando mais de suas influências pernambucólicas e afrocaribenhas.

# 4 A bagaceira – Siba

Môvéi! Como dizemos em Recife, esse cába faz um som quente!
Siba é um cantor e compositor recifense. Iniciou sua carreira como guitarrista da tão amada Mestre Ambrósio, que pra quem não tá ligado foi uma das primeiras bandas a promover o Manguebit para o mundão afora.

# 5 Sapato – Russo Passapusso

Esse jovem extremamente talentoso e vindo da Bahia é também nada mais nada menos que o vocalista do BaianaSystem.
No EP solo “Paraíso da Miragem” traz uma pegada menos de guitarra elétrica e mais sambada, de semelhante qualidade fonográfica.

PS: A Escuta tem uma matéria massa sobre eles, vai lá depois beixta!

# 6 Bairro Novo/ Casa Caiada – Banda Eddie

O grupo olindense formado no começo dos anos 90 se consagra desde então com oito álbuns que transitam entre o rock, o frevo, reggae e samba. O seu último álbum foi lançado agora em 2018 (super recomendo!) “Mundo Engano”.

#7 Tudo bem malandro – Curumin

Cantor, compositor e instrumentista de responsa, Curumin está na ativa desde 2005 com cerca de cinco álbuns ao longo de sua trajetória. Nas suas músicas, encontramos referência do samba, jazz, funk soul, rock psicodélico e hip-hop.

#8 Dama Tereza – Coletivo Instituto

Para terminar, confesso que é um dos sons mais antigos que está na lista (risos), contudo essa música é tão preciosa que eu não poderia deixar baixo. O Coletivo Instituto em 2002 lançou o álbum “Coleção Nacional Instituto” reunindo vários artistas, DJs para compor um cd super completo no sentido de ser criativo e ousado, uma mistura que ficou incrível!

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
8
Tags
Ver mais

Tiz Goes

A biomédica cantora que saiu do meio do mato pra ser publicitária e hoje ouve/vive música e mexe com café. Respirando música 24/7 do tempo, ouve de Limão com mel a Black Alien.

FALA AÊ!

Tem a ver...

Close