LANÇAMENTOROCK BR
Popular

Joe Silhueta lança primeiro álbum cheio: “Trilhas do Sol”

Show de lançamento será nesta sexta (21)

Saber quem ou o que é Joe Silhueta não é uma questão de gosto. É impossível ler ou escutar esse nome e não criar figuras mentais e imaginar que tipo de música este moço ou esta banda poderia tocar em Brasília. Pois bem! A banda lançou nessa quarta (19) o seu primeiro álbum, chamado Trilhas do Sol, que já pode ser apreciado pelo Youtube, estará na sexta (21) em todas as plataformas digitais.

Guilherme Cobelo e Gaivota Naves, que dividem os vocais, falaram com a ESCUTA sobre o disco e o show de lançamento na sexta (21).

O álbum foi sendo gestado na estrada, nos palcos e nos confins da imaginação, como eles mesmo descreveram. As músicas são inéditas, em comparação aos outros trabalhos, mas para quem já conhece e acompanha, algumas delas já foram ouvidas nos shows, e outras duas talvez sejam totalmente inéditas, como ‘Memórias Póstumas‘ e ‘Aurora Virada‘.

“É um disco que apesar de não ser temático, tem uma liga conceitual que torna ele coeso, e essa liga tem muito a ver tanto com as letras, que em geral falam de uma noite profunda, que nos abala e nos impele ao dia, ao sol, ao novo; e essa liga também tem a ver com a musicalidade em si, os ritmos, a brasilidade que de certo modo permeia e vem atualizada com nossa essência, nossa groguice psicodélica, o aparato da canção.”

Eu, infelizmente, só tive a oportunidade de ver a banda por duas vezes. Sendo uma, fotografando, e nossa, é uma bela banda! Você fica meio hipnotizada olhando fixa cada integrante, porque ali a sintonia acontece. Você vai saber do que estou falando quando assistir ao show. Quando ouvir o nome, você vai lembrar do som rock-folk-psicodélico, do estilo setentista e da performance vocal e corporal da Gaivota, e vai querer de novo. Te garanto!

Para divulgar o “Trilhas do Sol”, a banda faz show de lançamento oficial nesta sexta (21), na festa Primavera Grogue, no Canteiro Central. E eles deixam para o público toda a surpresa para o momento e a exposição do trabalho feito por uma equipe dentro e fora do palco. “Só vendo mesmo. Quem quiser saber como vai ser, tem que ir! (hahahahah) E, esse em especial, vai ser antológico, alucinado e hipnótico. E sim, we have bananas: vai rolar uma equipe cuidando do cenário (Tâmara Habka, José Vargas, Fernanda Samarco, Luan Autuori, Taíza Naves), da iluminação (Thiago DeLima Cruz), das projeções (Mari Mira), do som (Janary Gentil), mais uma galera foda cuidando de todo o evento.”

Ainda sobre o show, eles garantem “poções mágicas, flores e mapa astral até as trilhas do sol, algumas amarrações amorosas, camisetas, discos, matchs, balangandans com adesivo da banda, passos aeróbicos para não ser engolido pela concretude neoliberal, corridas de sacos, contra-golpes, sacos de leite pra jogar na cara dos caretas, chicletes e a equalização dos tamanhos do dia e da noite.”

E com tanta banda nascendo e se mantendo em Brasília, perguntei sobre a conquista do público daqui. – É um público difícil? “Pelo contrário. Cada vez mais o público tem se mostrado aberto e curioso, até porque a cena da cidade está efervescente, então acaba gerando um interesse muito grande pelo que está acontecendo. A mídia local também tem ajudado com essa divulgação.”

Foto: Janine Moraes

Eles garantem que não é preciso ter um álbum pronto e lançado para abrir caminhos e cair no radar de produtores e festivais: “É relativo, porque o grande lance é você ter um trabalho em constante desenvolvimento, e é isso que acaba fazendo com que um festival se interesse pelo seu trampo, não o fato de ter um disco cheio, até porque hoje em dia muita gente aposta no single, ou no EP, por conta das novas maneiras de consumir música.”

“Maaas, por outro lado, a gente espera com esse disco que mais portas se abram, se escancarem, se arreganhem – e a gente tá bem disposto a meter o pé nelas.”

A banda já tem passagem confirmada em mais de dez cidades até o fim do ano. Dia 11 de outubro, eles lançam o clipe de ‘Café Amargo‘ no Festival Nave SoutoA ESCUTA estará lá! 🙂

Primavera Grogue
Lançamento do primeiro álbum da Joe Silhueta, “Trilhas do Sol” + Musa Híbrida + Satanique Samba Trio
Dia 21 de setembro
No Canteiro Central (Setor Comercial Sul)
Ingressos : R$ 15 no Sympla

Acompanhe Joe Silhueta pelo FacebookInstagram, YoutubeTwitter.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Tags
Ver mais

FALA AÊ!

Tem a ver...

Close