NOVIDADE

LANÇAMENTOS | Música Brasileira | FEVEREIRO 2019

28 dias de muita arte e cultura nacional pra botar a censura pra correr

No mês do carnaval a produção cultural no Brasil foi quente, repleta de cores e ritmos ousados. Nossa pesquisa a cada dia se torna mais ampla, tentando alcançar as diferentes ondas do circuito musical brasileiro. Se você conhece bandas e artistas que ainda não foram listados aqui, comente no fim de cada post na seção “Fala aê!” ou envie sempre lançamentos e materiais em orelha@escutaqueebom.com.

Então vamos ao que interessa que o mês de março tá quase acabando e a lista do mês também já está quase pronta.

Dos folks aos funks estamos aqui pra apresentar os lançamentos da música brasileira em fevereiro de 2019.

São eles…

♫ ÁLBUNS

Selvagens à Procura de Lei – Dois de Fevereiro na Maloca Dragão (CE)

1º de fevereiro  | Independente

Como classificar um trabalho tão fora da curva? Se em tempos digitais a preferência é por clipes e formatos mais instantâneos, a Selvagens ousou e produziu um registro completo do show na Maloca Dragão. Com 20 faixas que mostram a potência dos caras no palco e a resposta do público que não pára quieto um minuto sequer. O resultado é o novo DVD da banda que transmite o espírito dos cearenses rockeiros.

 

Plutão Já Foi Planeta – Slap Sessions (RN)

8 de fevereiro  | SLAP

Música boa merece quantas versões forem necessárias, dessa vez a banda apresentou três de seus hits que não saem da boca da galera. Além de “Viagem Perdida” e “Haverá de Se” resgates do primeiro álbum “Daqui Pra Lá” de 2014, também apresentaram o single de 2018 “Estrondo” que reflete bastante a evolução sonora da Plutão para os próximos trabalhos.

 

Marcelo Falcão – Viver (Mais Leve Que o Ar)

8 de fevereiro  | Warner

Dando início à sua carreira solo, o ex-vocalista da O Rappa passou bons meses na Toca do Bandido, estúdio de Felipe Rodarte no Rio de Janeiro para dar a luz ao primeiro álbum. Que de cara não foi bem recebido pela crítica, apontando a disparidade entre a produção musical impecável e as composições um tanto insossas. Seja como for, Falcão deixa sua contribuição para o pop brasileiro com seu clima reggae rasta.

 

The Old Skulls Guz – Mutt (PR)

8 de fevereiro  | Forever Vacation Records

Em seu álbum de estreia a banda de Maringá que já está há quase três anos ensaiando, se apresentando e produzindo a obra, entrega um blues rock pesado e habilidoso em 13 faixas que traduzem a independência. A começar pelo metrônomo que é deixado de lado por Gustavo Oliveira (vocal e guitarra), Eric Hespanha (baixo) e João Vitor Tornet (bateria) que chegam com arranjos simples e muita inspiração nos anos 40.

 

Novos Artistas cantam Adriana Calcanhoto – Nada Ficou no Lugar

11 de fevereiro | Sony

Chegou ao fim a saga de lançamentos de “Nada Ficou no Lugar” tributo à Adriana Calcanhoto que reuniu 18 intérpretes. De Mahmundi a Larissa Luz, de Baco Exu a Priscila Tossan. O repertório foi dividido em três estreias com 6 músicas. Na última leva Preta Gil, Duda Beat, Arthur Nogueira, Taís Alvarenga, Jaloo e Letrux interpretam os sucessos da carreira da gaúcha.

https://www.facebook.com/adrianacalcanhotto/videos/2219031835014007/?xts[0]=68.ARACkbRgNLggl35FJGdmMAm9J4xgdibzKAsN46vRncr79Aq30ws2UuL6hpaoWD-_1UShmTLrHhVoo7TzJNypcN_79V3LbwnUCHgf__bB_dLxBdSV_wuRm19XvAmY_zbgAGIaeaQi5SJ5mHl83exA_L9qv30DfIU7hXaI27bME1RYOORh2T7u07YWwpRN2DNJlYZHFtSWVadXdvyi-STIasq3udRINwnJnUBPhcQZCrfiCg&xts[1]=68.ARBPdWRP5PTgyerZHjHdb73k8ND8C58Ww4gXzJD17ITqM0xlqOKmW9_CnuEh5t2m2ObcjUHg_t-3ivQQOWIrAROKm8R9NuoUtO4fG7MdwHfK8JooMzYZc37NOhlAkdO1gcnQvDlO4-45-DgMq1Vx6S6soIQU3fpLb31ctlw28kj-000jj9HKElvWHXLr2xxBj2rsWWhM-BodOF8&tn=K-R&eid=ARBZSa-LHL_fRTy91vnuHQF5amLECEdP-zhXhTqI9ASppUJZtiCtgWKtPkMpY78qWkBnfnNKTHPIX4oB&fref=mentions

 

Baiana System – O Futuro Não Demora (BA)

14 de fevereiro | Máquina de Louco

O lançamento mais esperado pela ESCUTA nos últimos dois anos está na pista e já chegou com parcerias de peso. BNegão, Manu Chao, Curumin, Edgar, Vandal, Orquestra Afrosinfônica, Samba de Lata de Tijuaçu, Antônio Carlos e Jocafi, Edy Star e Lorimbau acompanham a máquina de louco soteropolitana em mais uma viagem em seu navio pirata. LEIA A MATÉRIA DE NATAN ANDRADE AQUI! 

 

Braza – Ao Vivo no Estúdio Showlivre

14 de fevereiro | Showlivre

O baile segue e depois do trampo cheio de vida com Francisco El Hombre “Francisca La Braza” os cariocas registraram 11 músicas ao vivo. De “Liquidificador” a “Moldado em Barro” eles reinventaram algumas sonoridades, incluíram novos elementos como também mantiveram a personalidade já conhecida da banda.

 

Os Fugitivos – Beiral (MT)

14 de fevereiro | Maná Records

São só duas faixas, mas suficientes para um cartão de visitas de respeito. “Beiral” e “Na Varanda” que compõem o primeiro EP da banda mato-grossense têm uma pegada leve, sem abrir mão das guitarras e da alma do rock.

 

Preto – Canto Negro (SP)

14 de fevereiro | QG Hostil

2019 é o ano das estreias e no rap o paulista Preto chega com participações de Escurinho & Totonho e os Cabra, Camila Rocha, Bia Doxum, Lage, Ciano, Afronauta, Dj Nielly e Wagner Mendes. Com 10 anos de estrada na cena hiphop o artista empenhou todo seu talento em um trabalho com fortes raízes na cultura africana e claro brasileira, unindo o gênero urbano a sonoridades do sertão. Além é claro de todas as referências a Marielle Franco, Nelson Mandela, Rosa Parks, James Brown, Claudia, Luana, Dona Ivone Lara e Jovelina Pérola Negra.

 

Grogues – Passar Mal (MG)

20 de fevereiro | Farrapo

Filipe Alvim, Everton Surerus, Vini Fonseca, Márcio Reis e Leo Fazio se uniram em uma banda que reflete o próprio nome. Em 30 dias fizeram esse álbum e mostraram que “falta tempo é desculpa de preguiçoso” como se diz lá em Minas. Com influências de Secos e Molhados a Mac DeMarco, o som é pop, mas também é rock e psicodélico.

 

Terceiro Mundo Bom – Terceiro Mundo Bom (RJ)

21 de fevereiro | Sagitta Records

Outro encontro de músicos, dessa vez os cariocas Diogo Brandão, Marcos Almir, Robson Riva e Guga Leão em incursões musicais em forma de crônica, histórias, amores e desamores. O nome do projeto traz um sentido de orgulho de conseguir viver em alegria num país em crise no terceiro mundo. O clipe com a faixa título foi lançado em setembro e agora temos acesso ao trabalho completo.

 

Cynthia Luz – Efeito Violeta (MG)

22 de fevereiro | Independente

No segundo álbum de sua carreira a mineira radicada em São Paulo trouxe os singles já lançados “Meu Problema”, “Não Sou Sem Nós” e “Era Uma Vez” com Zeca Baleiro, além de cinco faixas inéditas. Em claras investidas ao pop ou melhor dizendo, aos sons do rap que se popularizaram nos últimos anos no Brasil, a cantora só confirma sua potência vocal, musicalidade e performance em franca ascenção e como tem desenvolvido seu trabalho de um disco ao outro, se aproximando cada vez mais de sonoridades mais mainstream, sem deixar a identidade do rap e do reggae pra trás.

 

francisco, el hombre – BRUXASOLTA

22 de fevereiro | Independente

Eles deixaram cinco de seus hits já consagrados nas mãos de DJs que deram nova vida às músicas. “Triste, Louca ou Má” ganhou versão em espanhol com vozes de Mariela Carrera e Ornela Lanzillotto e foi remixada pelo DJ Fede Flores y La Viajerita. A canção profética “bolso nada” vem com assinatura de Island of Karas, “Soltasbruxa” por Amarilis, já “Não Vou Descansar” é da Dj Flavya e fechando “Como Una Flor” por GabGobbi. LEIA MAIS!

 

Zudizilla + Kiai Grupo – JazzKilla (DF)

22 de fevereiro | Escápula Records

Cinco faixas com um som que vai te envolver seja no início do dia pra dar aquele gás ou na volta do trabalho e da escola pra relaxar. Das mãos e vozes do rapper Zudizilla e do Kiai Grupo (formado por Marcelo Vaz, Dionísio Souza e Lucas Fê) surgiu o melhor jazz da quebrada.

 

Marinheiro Porre – Jornada (RN)

26 de fevereiro | Nightbird Records

Inspirados no Indie Rock dos anos 60 e 70 e lotados de psicodelia, Kevin Arend (vocal e guitarras), Marcelo Maroja (teclados e synths), Matheus Lima (baixo) e Marcos Mar (vocal e guitarras) estreiam seu primeiro EP com faixas que introduzem bem a carreira da banda. Jovens estudantes, experimentam sons além do óbvio e conceitos que enriquecem a obra.

 

Nevi Lunes – Caí da Terra Plana (PB)

29 de fevereiro | Solar 6Voltz

Se há uma borda pra se jogar, ou jogar o que for necessário pra fora desse mundo, esse paraibano encontrou e veio contar em um álbum que faz flutuar sem sair do chão brasileiro. Do movimento de ultrópicos do nordeste, o artista surpreende na qualidade de mixagem e masterização do trabalho, com instrumentos e vozes desenvolvidos com capricho nos 25 minutos das 9 faixas.

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

1 2 3Próxima página
Ver mais

Felipe Qualquer

No rádio desde moleque pesquisa o universo da música e escuta de tudo. Em MG atuou nas rádios Minas, Nova e 94FM. Em Brasília passou por Transamérica, Metrópoles e MIX FM. Escreveu para os jornais Gazeta do Oeste e O Popular e Revista ShowBar. Produtor cultural desde 2010 com trabalhos no festival EcoMusic, Rua do Rock, Usina de Rima, Grito Rock, Festa Nacional da Cerveja, Toma Rock, Transamérica Convida, No Setor e Cervejaria Criolina. Estudou comunicação e é graduando em Teoria, Crítica e História da Arte na UnB.

FALA AÊ!

Tem a ver...

Close