BRASILEIRAPERFIL

Criolo: o encontro das águas na música brasileira

Do rap ao samba o multiartista demonstra sensibilidade em cada som que faz

Quando escreveram ‘Não deixe o samba morrer’ aposto que seu Edson e seu Aloísio não imaginavam que alguém os levaria tão a sério. Criolo – Doido – um dos artistas mais versáteis da música contemporânea revelou ao mundo todo potencial criativoidentidade cultural próprios do Brasil. Fazendo rap daqui do nosso chão com referências enraizadas nas músicas preta e latina, pixando seu nome pelas ruas da tríplice fronteira às ilhas nordestinas desde 2000 pra cá se reinventando.

“O grande mestre não é aquele que faz a melhor rima.
O grande mestre é aquele que inspira a rima.” 
Criolo

Lá pra 89 as poesias de Dona Vilani ganharam ritmo com o radinho de Seu Cleon e fizeram na cabeça do adolescente de 14 anos uma revolução. No caminho do balcão das Lojas Americanas para as salas de aula até os palcos, criou ao lado de DJ DanDan a Rinha dos MCs, solo onde brotaram Emicida, Rashid, Projota e muitos outros nomes da cena atual do RAP BR. Em 04 com o nick `Criolo Brasileiro` já postava as primeiras gravações em seu MySpace. Foi ganhar repercussão a partir de 06, ano datado para o fim da carreira, o que na real era apenas o início da projeção internacional do cantor. Mas foi só depois de ir embora para Bogotá e distribuir o cartão de visitas que conhecemos seu lado bebedor de cajuína do Pagode da 27.


Entre amigos Criolo canta ao vivo faixa que encerra o disco ‘Nó na Orelha’ no ano em que se consagrou referência na música nacional

Criolo entrou para a agenda permanente de lançamentos nacionais mais aguardados e desde 2011 é nome garantido em indicações, prêmios e listas que respeitam e valorizam a música brasileira. Sem se render ao mainstream e com poucas aparições em mídias de massa, o rapper e sambista da periferia paulistana permanece independente produzindo com Daniel Ganjaman e Marcelo Cabral na OLoko Records. Juntos rodaram os principais palcos do país como o Circo Voador e criaram grandes obras da música brasileira, como as releituras de Tim Maia em colaboração com Ivete Sangalo e banda.


Viva Tim Maia foi um projeto produzido pela marca Nívea que rodou o Brasil e virou disco

Falando em obras, suas composições são capazes de traduzir as novas gírias e dialetos da juventude brasileira com máximo respeito e o salve da velha escola. Mano Brown inclusive tem Criolo como um dos maiores letristas atuais. Ao mesmo tempo que explica, confunde. Demonstra talento sendo romântico ou rebelde. E é preciso um tanto de repertório pra não deixar passar nenhuma referência em branco. Um artista sem censura que resgata o lirismo dos códigos que driblaram a ditadura, criticando o capitalismo do anzol e a esquerda que já virou peixe. Não é a toa que Caetano e Lenine fizeram questão de produzir com Criolo.


No projeto “I’m Alive Brasil” Criolo em nome da natureza abre caminho na Floresta da Tijuca para os ícones da música brasileira

Se você ainda não escutou Criolo está na hora de parar de matar aula. Depois não reclame que não existe música boa no Brasil. E se existe! A Escuta é prova disso e surgiu como sua nova referência de sons de qualidade, com identidade, sem precisar de tradução. Criolo é um dos artistas que inspiram nosso trabalho, como inspirou toda uma nova geração de artistas que você vai conhecer por aqui. Baixe e escute os álbuns e desate o nó na orelha. Ainda há tempo.


Num ambiente futurístico Criolo faz duras críticas sociais. As músicas e os clipes foram lançados em 14, ‘Duas de Cinco’ integra o disco ‘Convoque Seu Buda’

 


Em 2009 Alessandro Buzo e Toni Nogueira gravaram um documentário retratando a realidade de jovens mcs nas periferias brasileiras. E quanta coisa já aconteceu nesses quase 10 anos…

 

#DISCOS

Ainda Há Tempo
2006
Independente

Nó Na Orelha
2011
OLoko Records

Convoque Seu Buda
2014
OLoko Records

Viva Tim Maia!
2015
OLoko Records

Ainda Há Tempo
2016
OLoko Records

Espiral de Ilusão
2017
OLoko Records

#OndeEscutar

              

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
23
Fonte
Revista TripZona SuburbanaThe GrajauexVai Ser RimandoMonkeyBuzzTenho Mais Discos Que AmigosPortal Rap+Rap Nacional
Tags
Ver mais

Qualquer

No rádio desde moleque pesquisa o universo da música e escuta de tudo. Em MG atuou em emissoras como Rádio Minas AM/FM, Onda, Nova, 96 e 94FM. Em Brasília passou por Transamérica Pop, OK/Metrópoles, Rádio JK e atualmente MIX FM. Escreveu para a Revista ShowBar e o Jornal O Popular. Produtor cultural desde 2010 com os festivais EcoMusic, Rua do Rock, DivinoRock, Grito Rock, Usina de Rima e Festa Nacional da Cerveja em MG. Estuda Artes e Audiovisual na UnB. Voz oficial da RadioMolotov.com

FALA AÊ!

Tem a ver...

Close