LANÇAMENTORAP

A elevação de Sidoka – Escute o álbum Elevate

O rapper de BH chega destruindo no álbum Elevate

O jovem Sidoka abriu o ano do hip-hop no Brasil dropando o seu primeiro álbum, Elevate (2019). Nele, o mineiro dichava seu estilo em 13 músicas do mais puro trap à brasileira, que conta com nomes como o do Coyote na produção.

PRIMEIRAS IMPRESSÕES

 

Para quem curtiu demais o estilo sujão do Sidoka em Mi’adama e na rasgação que ele fez em UFA, do Djonga, o álbum vai agradar. As rimas rápidas e os cacos estão todos ali, variando de faixa a faixa. A produção é bem feita, tão bem produzida que as vezes o estilo chega a incomodar um pouco, como é o caso da faixa de abertura, Scotch. Acontece que isso não é um ponto ruim, é apenas o Sidoka testando seus limites.

Falando em limites, o autotune em Doka tá de Louis V, combinado com a rima acelerada, mostram algo totalmente original no estilo. Ponto pro Sidoka.

A real é que na primeira visita o trampo parece um pouco difícil de digerir. Natural: a parada tá em outro nível. Sidoka coloca sua assinatura em cada segundo das treze faixas do disco. Pergaminho, por exemplo, mostra todos os vícios chapados do criador: velocidade, flow, voz e caco.

Gostando ou não, a gente tem que admitir que esse desgraçado é original pra caralho.

 

Elevate está disponível no Spotify. Escute agora!

 

Na moral, e que estilêra foda essas luvinhas que ele usa.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Tags
Ver mais

Natan Andrade Medeiros

Escritor de ficção científica e histórias de boteco, palpita nas horas vagas sobre música em todas as suas formas de vida (seja ela animal, vegetal ou mineral). Publicitário pela UnB e especialista em Mídias Sociais. Escreve contos e crônicas na publicação Simbiose, no Medium, desde 2016. Natan Andrade também está por trás dos podcasts da Escuta Que É Bom.

Um Comentário

FALA AÊ!

Tem a ver...

Close