LATINALISTA

Três artistas alternativos latino-americanos pra descolonizar os ouvidos

Conheça Isla de los Estados, Tonolec e Camila Moreno e latine-se!

Sem muitas voltas, a palavra “alternativo” define aquilo que é diferente do tradicional, vigente ou padronizado. É exatamente isso que esses três grupos de artistas fazem, indo de cantos guaranis + eletrônico a letras que afrontam o sistema político Chileno. Leia e escute:

Isla de los Estados (Argentina)

Com formação indefinida, o grupo se apresenta em dois ou três integrantes, dependendo da proposta musical. Isla de Los Estados é uma experiência sonora única. Mesclando rock, eletrônico, pop e elementos culturais/regionais, as músicas trazem uma sonoridade leve, moderna e dançante. Vale a pena o play!

 

Tonolec (Argentina)

O duo argentino que surgiu na cidade de Resistencia, na província de Chaco, faz um som singular. Formado por Charo Bogarín e Diego Pérez, Tonolec mescla música folclórica latina, cantos indígenas e música eletrônica. Os cantos étnicos da etnia Toba e Guarani são entrelaçados à voz de Charo. O resultado dessa mistura são músicas doces que nos projetam paisagens da natureza, causando um enorme conforto. Ouve aê!

 

Camila Moreno (Chile)

A Chilena Camila Moreno teve seu lançamento em 2009 ao ser premiada na categoria de melhor canção alternativa do Grammy Latino daquele ano, graças à música “Millones”, do álbum Almismotiempo. Em Millones, Camila questiona a indústria farmacêutica Chilena, a construção de represas e o sistema político do país. Dá um play e se liga nesse som nervouson.

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Tags
Ver mais

fictícius

Estudante de Letras, Artes e Mediação Cultural na Universidade de Integração Latino Americana - UNILA - vive de música, arte e cultura. Atua com artes plásticas e digitais, performance e pesquisa. Vai trazer um raio-x do continente e muitas influências para descolonizar os seus ouvidos e a sua mente.

FALA AÊ!

Tem a ver...

Close